domingo, 28 de agosto de 2011

O amor NÃO é uma linguagem universal


Mais um reencontro, mais um aprendizado. Dessa vez aprendemos qual a linguagem do amor um do outro. Vamos explicar. Lemos um livro chamado As Cinco Linguagens do Amor, de Gary Chapman. Segundo ele, a maioria dos desentendimentos entre um casal pode ocorrer porquê eles não falam a mesma linguagem do amor. Ou seja, um não compreende perfeitamente as necessidades emocionais/amorosas do outro. As cinco linguagens são: Palavras de afirmação, Tempo de qualidade, Atos de Serviço, Presentes e Toque Físico. 



Pra exemplificar: A primeira linguagem dele é Toque Físico. A cada demonstração física de carinho que eu faço ele se sente mais e melhor amado. Por outro lado, se eu chego e não dou um abraço ou rejeito carinho, a mensagem que ele entende é que há alguma coisa errada no relacionamento. Já eu tenho como primeira linguagem Atos de Serviço. A cada atitude que ele toma que dedique tempo, atenção e esforço para mim, me deixa lisonjeada e nas nuvens. Caso isso não aconteça, acaba rolando um estresse. Neste reencontro escolhemos aprender a falar a linguagem do amor um do outro. Se você quiser saber mais a respeito, pode ler o livro neste link: http://migre.me/5zKPM


Embora seja de uma edição anterior, é muito fácil e gostoso de ler. Fica a dica pra você aprender a falar a linguagem do amor do seu namorado, namorada, irmão, mãe, pai...